Home » Análise Técnica » Golos Invisíveis

Golos Invisíveis

Golos Invisíveis

mandzukic


 «Um golo já é golo mesmo antes de ser golo», não sei quem disse, mas concordo.
 De facto, um golo já é golo quando uma equipa conquista uma falta, logo ai, e da execução resulta o objectivo último, e principal, de um jogo. Um golo já é golo quando um jogador aproveita o espaço ou um erro do adversário. Um golo já é golo quando a equipa conquista um pontapé de canto. Um golo já é golo na reposição manual de um Guarda-Redes para uma saída rápida. Ou até quando dá um chutão de baliza a baliza que acaba por atraiçoar o guardião adversário.
 Um golo já é golo antes de ser golo, mesmo que ainda ninguém saiba que vai ser.

 Podia ter sido..
 
 Espreitando o encontro da 15ª Jornada da La Liga 2014/15 que opôs o Atlético de Madrid ao Villarreal FC e que ditou a vitória por 0-1 destes últimos, saltou-me à vista uma acção levada a cabo por Mandžukić decorriam sensivelmente 77′ minutos de jogo e os adeptos no Vicente Calderón assobiavam numa mescla de desagrado e reprovação com o que se estava a passar – o Villarreal trocava a bola com autoridade:
mandzu
 Aparentemente indiferente nesta fase inicial, Mandžukić altera a atitude e chama a sua equipa:
mandzu1
 E ai vai ele..:
mandzu2
 Mandžukić 1..:
mandzu3
 Mandžukić 2..:
mandzu4
 Mandžukić 3…:
mandzu5
 Bola recuperada..:
mandzu7
 Tiago opta mal e ao invés de colocar a bola no companheiro destacado na imagem, volta a colocar em Mandžukić que em virtude do desgaste provocado pela sua acção e pelo tempo de jogo decorrido, não consegue ter a reacção desejável:
mandzu8
 Na gíria costuma-se dizer «uma equipa que trabalha para um jogador» aludindo àqueles avançados preguiçosos que “só” aparecem em jogo para fazer balançar as redes contrárias, neste caso, foi um jogador a trabalhar para uma equipa.
 Não foi golo efectivamente, e a jogada acabou por ali, mas podia ter sido, e se tivesse sido, provavelmente Mandžukić não seria o seu autor material, mas seria sempre o seu autor moral.
 Este golo invisível nunca aparecerá nos melhores momentos da carreira do avançado croata, nem tão pouco fará vibrar o adepto mais comum, mas o jogo é isto, uma soma infinita de golos invisíveis, que, nalgum, ou em qualquer momento, se podem tornar materiais e nos fazer saltar das cadeiras.


Translate »